A INTERFERÊNCIA DA MATURIDADE E DO ESTIMULO NA CONSTRUÇÃO DAS NOÇÕES DE TEMPO E ESPAÇO

  • Andressa Gomes Melo Universidade Estadual de Goiás, Campus Formosa, Formosa, Goiás, Brasil
  • Elisama Pereira Dias
  • Elen Fernandes Castro
  • Elton Anderson Santos Castro
  • Erika Rodrigues Mello
  • Letícia Martins Fontes
  • Mayná Lopes de Moura

Resumo

As noções de tempo e espaço são construídas pelas crianças e colaboram para o desenvolvimento de sua orientação espacial, temporal e corporal. Conforme os estímulos oferecidos pelo ambiente em que a criança está inserida, essas noções vão sendo construídas ou não. Este estudo averigua como a falta de ambiente solicitante pode comprometer a construção das noções espaço tempo. O objetivo é analisar a construção gradual do tempo e espaço pelas crianças, considerando os fatores que influenciam a construção deste conhecimento. A investigação foi realizada com 3 crianças do 1º ano do ensino fundamental de uma Instituição de Ensino Municipal, sendo 2 meninas e 1 menino, todos com 6 anos de idade. A intervenção foi realizada por 06 alunas do Curso de Pedagogia da UEG, Campus Formosa. A metodologia aplicada teve inicio com a pesquisa de campo e com apoio bibliográfico, em que foram realizadas duas intervenções. O primeiro momento foi realizado de forma individual e o segundo foi feito com as três crianças juntas. O intuito desta intervenção é analisar se crianças nessa faixa etária já compreendem as questões do tempo e espaço. Diante disso, constatou-se que a construção de tempo e espaço acontece gradualmente, com o progresso da maturidade, pelo espaço vivido e com abordagens solicitantes.

Publicado
2018-03-16