PRÁTICA PEDAGÓGICA CONSTRUTIVA: JOGOS E DESAFIOS NO ENSINO DA MULTIPLICAÇÃO

  • Gracielly Chaves
  • Sonia Bessa Universidade Estadual de Goiás, Campus Formosa, Formosa, Goiás, Brasil

Resumo

A pesquisa teve como objetivo investigar o nível de compreensão de multiplicação de estudantes do 5º ano do ensino fundamental com dificuldades de aprendizagem, por meio de intervenções com jogos de regras e desafios específicos para o desenvolvimento da operação de multiplicação. Trata-se de estudo de natureza empírica com delineamento quase experimental. Para identificar a compreensão e a evolução dos alunos foi aplicado o Jogo do Buraco, na primeira intervenção como pré-teste, e na última intervenção como pós-teste. Durante as intervenções, também, foi aplicadoo jogo de regras. Participaram da intervenção três estudantes de Escola Municipal situada em Formosa-Goiás, (W) de 10 anos, (K) de 11 anos e (Y) de 12 anos com dificuldades de aprendizagem em matemática. As intervenções ocorreram durante três meses, com dois encontros semanais, de duas horas, totalizando 24 horas de intervenção educacional.  Durante a intervenção utilizou-se o método clínico. Os estudantes manifestaram diferentes meios de chegar ao resultado, empregando a multiplicação como cabível às situações. O jogo foi identificado como um mecanismo para a apreensão das operações aritméticas. Foi perceptível o desenvolvimento do raciocínio lógico-matemático dos alunos durante a intervenção verificou-se uma evolução das condutas aditivas para as multiplicativas.

Biografia do Autor

Sonia Bessa, Universidade Estadual de Goiás, Campus Formosa, Formosa, Goiás, Brasil

SONIA BESSA é doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, pós-doutora pela Universidade Federal do Triangulo Mineiro UFTM. Professora efetiva da  Universidade Estadual de Goiás - UEG. Atua como docente do curso de Pedagogia.  Membro do Laboratório de Psicologia Genética da Unicamp.

Publicado
2018-03-16