PERCEPÇÕES DOS ESTUDANTES ACERCA DOS JOGOS MATEMÁTICOS

  • Jéssica Sousa
  • Karolayne Pinheiro
  • Sonia Bessa Universidade Estadual de Goiás, Campus Formosa, Formosa, Goiás, Brasil
  • Michele Viana

Resumo

O jogo é um recurso metodológico essencial para o desenvolvimento da aprendizagem significativa em sala de aula, pois a criança passa a não lidar com o conhecimento de maneira negativa e abstrata, o saber se torna algo agradável e prazeroso. A criança, estimulada por meio de atividades desafiadoras permite que ela possa brincar, opinar, observar, refletir e interagir com o outro, trocando pontos de vista. Os jogos e desafios dão às crianças oportunidades de construir seu conhecimento e desenvolver-se de maneira integral. Esse relato tem como objetivos: analisar e registrar as percepções das crianças acerca da utilização dos jogos como recurso metodológico. Participaram da pesquisa 6 estudantes do 3º ano do Ensino Fundamental de escola municipal, localizada na cidade de Formosa-GO e 3 acadêmicas do curso de Pedagogia, bolsistas do Programa Institucional de Iniciação a Docência - PIBID. Foram 6 encontros em forma de oficinas, com duração de 18h. Diante das respostas apresentadas pelas crianças verificou-se que o jogo possui papel fundamental no ensino de matemática, pois traz uma nova perspectiva com enfoque na ludicidade e na aprendizagem significativa. Constatou-se que os jogos possibilitam que os alunos resolvam situações-problema de forma atrativa, favorecendo a criação de estratégias, bem como a construção de conceitos matemáticos.

Biografia do Autor

Sonia Bessa, Universidade Estadual de Goiás, Campus Formosa, Formosa, Goiás, Brasil

SONIA BESSA é doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, pós-doutora pela Universidade Federal do Triangulo Mineiro UFTM. Professora efetiva da  Universidade Estadual de Goiás - UEG. Atua como docente do curso de Pedagogia.  Membro do Laboratório de Psicologia Genética da Unicamp.

Publicado
2018-03-16