PERCEPÇÃO SENSORIAL E OS CINCO SENTIDOS NA FASE ORAL

  • Layane Barbosa Universidade Estadual de Goiás, Campus Formosa, Formosa, Goiás, Brasil
  • Maria Lucia Silva
  • Alzenira Miranda

Resumo

O presente artigo enfatiza um estudo sobre os estímulos dos cinco sentidos e percepção sensorial em crianças entre 6 e 18 meses que estão em fase de construção. O objetivo dessa pesquisa é proporcionar estímulos para que as crianças obtenham um desenvolvimento significativo dos cinco sentidos e suas percepções logo no 1º ano de vida. Participaram da investigação 11 crianças entre 6 e 18 meses, sendo 5 meninas e 6 meninos, todas matriculadas no berçário de uma creche municipal na cidade de Formosa-GO. As atividades foram realizadas em 9 aulas durante as regências ministradas no Estágio Supervisionado na Educação Infantil I, utilizando-se a metodologia qualitativa. Todas elas foram desenvolvidas através da música e de objetos coloridos que emitiam barulhos de diferentes sons. Utilizou-se também de alimentos para estimular o sentido do olfato e paladar. Todas as atividades tiveram resultados positivos, as crianças foram estimuladas em todas as intervenções, mostrando interesse e alegria de forma espontânea. Ao desenvolver as atividades elas interagiram de forma significativa e foi possível verificar um amplo desenvolvimento na interação das crianças, contribuindo até mesmo para os avanços psicomotores e sociais.

Publicado
2018-03-16