VI EREPPEGO

APRESENTAÇÃO

O Encontro Regional de Ensino e Práticas Pedagógicas de Goiás que, em 2017, está em sua sexta edição, pretende discutir sobre os pressupostos filosóficos, sociológicos e pedagógicos que alicerçam o currículo. Toda formação acadêmica tem na estrutura dos currículos a base de sua
formação e do perfil do profissional egresso. O que se busca neste evento é colocar na ordem do dia tal debate. Nem todas as instituições de ensino superior compreendem que o ensino é a peça chave de sua atuação, em conjunto com a pesquisa e a extensão. Eles são indissociáveis.

Consoante as discussões sobre currículo a Universidade Estadual de Goiás – UEG tem buscado um diálogo na área de formação de professores, articulado às mudanças na educação básica. Para tanto, é importante que os docentes e discentes tenham o domínio epistemológico do
que vem a ser as diversas nuances sobre o tema em foco. No Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI da Universidade Estadual de Goiás (2010, p. 23) “A política básica do ensino de graduação deve-se pautar pela busca da excelência da academia, melhoria das condições do
processo de ensino e aprendizagem [...]”. Dessa forma a oferta de cursos deve levar em conta que “metodologicamente as prioridades são a dimensão problematizadora, a aprendizagem significativa e a incorporação de novas tecnologias de ensino” (PDI, 2010, p. 23). A defesa que se faz é que o ensino se torna mais eficiente quando os assuntos estudados fazem sentido para o aluno, fazendo com que ele o considere necessário e indispensável para seu futuro. O aluno consegue aprender mais quando o assunto estudado pode ser relacionado com coisas que já convive, assim ele saberá onde poderá ser mais bem aplicado, e terá mais curiosidade em saber como funciona, como fazer. Nessa concepção o ensino de qualidade que a Universidade Estadual de Goiás imprime realizar parte da pesquisa.

A política de pesquisa da UEG deverá concentrar-se nas áreas básicas e específicas, segundo o CNPQ, priorizando as demandas sociais, objetivando produzir conhecimento e tecnologia em todos os campos do saber e disseminá-los em padrões elevados de qualidade, atendendo às demandas socioeconômicas locais, regionais e/ou nacionais (PDI, 2010, p. 25). Assim, fica claro que o debate sobre os currículos é de cabal importância. O planejamento da estrutura curricular deve oferecer a possibilidade de um ensino amplo, onde a pesquisa e a extensão estejam amplamente contemplados. A pesquisa pode e até deve preceder o ensino como afirma Luna (2009).
Essa é a procura do novo, a busca de novos conhecimentos e de confirmações ou negações de teorias. Lembrando é claro, que é na organização dos currículos de que tudo parte e o ensino está aí contido. Esse ensino deve então se preocupar com essa formação ampla, que deve formar um
profissional capaz de produzir conhecimento e não somente de repetir e/ou retransmitir pontos já estabelecidos. Dessa forma para Luna (2009, p. 35) ''Essencialmente, pesquisa visa a produção de conhecimento novo, relevante teórica e socialmente e fidedigno".

A produção do conhecimento advindo da pesquisa deve ser disseminada com elevada qualidade, uma das possibilidades de divulgação das pesquisas realizadas pelos docentes e discentes é a realização de eventos acadêmico-científico. Outro fato é que as pesquisas devem atender às
demandas da sociedade. Com um ensino de qualidade, seja ao formar licenciados, bacharéis ou tecnólogos, a Universidade Estadual de Goiás está disseminando a produção do conhecimento.
Nessa linha de conceituação infere-se que o professor deve ser um exímio elaborador para auxiliar a
elaboração própria do acadêmico. Sobre isso Demo (2006, p. 49) assevera que “somente tem algo a ensinar quem pesquisa”. O autor continua afirmando que “Quem pesquisa tem o que comunicar.
Quem não pesquisa apenas reproduz ou apenas escuta. Quem pesquisa é capaz de produzir instrumentos e procedimentos de comunicação” (p. 39).

Nessa concepção elaboramos o referido evento, contendo palestras, mesas redondas, simpósios temáticos e apresentação de banners. Será discutido também como esta formação influencia na atuação do profissional e analisar como a didática, as práticas de ensino e a prática
pedagógica interdisciplinar interferem no produto final da universidade que é a produção do conhecimento e sua disseminação, de forma que toda a sociedade possa dele usufruir através de membros permanentes e egressos. Esses últimos com um papel muito importante, pois são esses discentes que vão atuar muito mais diretamente com a comunidade em suas diversas áreas de
formação e vão mostrar se a universidade cumpriu seu papel no universo social. Continuando, é nossa proposta também discutir a questão teoria e prática do estágio, socializar as produções acadêmicas advindas dos projetos de pesquisa, de extensão e de ensino (PIBID, Prática Pedagógica e Estágio), e por fim, compreender o papel da UEG de ser a representante do ensino superior na
interiorização do conhecimento no Estado de Goiás.

Os Seminários Temáticos comporão as discussões de trabalhos realizados por acadêmicos quanto a pesquisa, ensino e extensão realizados nos últimos anos, tanto do Campus Jussara quanto de outros Campus e também de outras instituições de ensino superior. O evento visa discutir a formação de professores pela indissociabilidade do tripé universitário – ensino, pesquisa, extensão – pela didática, práticas de ensino, interdisciplinaridade, estágio, como forma de demonstrar que a Universidade é o espaço da produção do conhecimento. No último dia do evento acontecerá um momento científico na qual estarão expostos os livros de autoria dos palestrantes e dos professores da UEG.

PÚBLICO ALVO

Esse é um encontro em que o EREPPEGO tem o formato de congregar todos os cursos e ao mesmo tempo atender as suas particularidades com trabalhos que visam a licenciatura em seu conjunto e também as práticas pedagógicas e de ensino de cada curso e seu produto final. Esperamos um público em torno de 400 inscritos. A expectativa é a de que esse público seja heterogêneo e que envolva estudiosos de outras unidades da federação, e de forma concreta o estado de Goiás, especialmente cidades como: Aruanã, Anicuns, Britânia, Santa Fé de Goiás, Montes Claros de Goiás, Itapirapuã, Goiás, Faina, Matrinchã, Fazenda Nova, Iporá, São Luís de Montes Belos, Sanclerlândia, Buriti de Goiás, Jaupaci, Israelândia, da capital - Goiânia - Barra do Garças e  do leste matogrossense. Portanto, o público-alvo se caracteriza por: Alunos dos cursos de História, Matemática, Letras e Pedagogia da Universidade Estadual de Goiás – Câmpus Jussara; Estudantes de outras IES dos referidos cursos e áreas afins; Pesquisadores e estudiosos das referidas áreas e outras áreas afins; Professores das redes públicas e privadas; Estudantes egressos; Estudantes de Pós-Graduação; Gestores e demais profissionais da área da educação.

COORDENADORES

Profª. Ms. Cleonice Maria Cruz de Oliveira
Dr. Deuzair José da Silva
Mestranda Nalha Monteiro de Souza Lourenço Costa

INSCRIÇÕES

A inscrição pode ser feita através do site: http://ereppego.wixsite.com/uegjussaravi/inscricoes

PROGRAMAÇÃO

04/10/2017 – VESPERTINO
→ 14:00 às 17:00 – Credenciamento
    Local: UEG – Câmpus Jussara

04/10/2017 – NOTURNO
→ 19:00 – Acolhida
→ 19:15 – Abertura – Prof. Me. Miguel Antonio de Camargo – Diretor do Câmpus Jussara
→ 19:30 – Palestra de abertura “Currículo e os desafios contemporâneos”
    Profª Doutoranda Maria Olinda Barreto – Pró-Reitora de Graduação da UEG
    Coordenadora: Profa Me. Cleonice Maria Cruz de Oliveira (UEG/Jussara)
→ 21:30 – Debate
→ 22:30 – Encerramento
    Local: Câmara Municipal de Jussara

05/10/2017 – Vespertino
→ Horário: 13:00 às 17:00
    Local: UEG – Câmpus Jussara
    Minicursos/Oficinas:
    MC 01 – Os desafios da Prática de Ensino: temas e perspectivas
    MC 02 – Práticas Pedagógicas no Ensino Fundamental: foco na leitura
    MC 03 – Interculturalidade e oralidade: o mito dos Orixás
    MC 04 – O planejamento como uma bússola para dirigir o cotidiano do trabalho docente do professor
    MC 05 – A sala de aula e os outros recursos didáticos
    MC 06 – Gênero e sexualidade na educação básica: possibilidade e perspectivas de ensino

05/10/2017 – Noturno
→ Horário: 19:00
    Atividade 1 – Mesa-redonda: Educação do Campo
    Debatedores:
    Profª Ma. Damiana Antonia Coelho (UEG/Itapuranga)
    Tema: Práticas de ensino: estou preparado para atuar na educação do campo?
    Prof. Me. Claudio Tavares Pinheiro (UEG/Itapuranga)
    Tema: Educação do Campo: histórico e perspectivas filosóficas e curriculares
    Mediador/Coordenação: Profo Dr. Deuzair José da Silva (UEG/Jussara)
    Local: Auditório da Subsecretaria de Educação de Jussara
    Atividade 2 – Palestra: Fundamentos teóricos-metodológicos do ensino de produção textual
    Conferencista: Profa Dra Luzia Rodrigues da Silva – CEPAE/UFG
    Local: Auditório do Colégio Dom Bosco – Jussara
    Atividade 3 – Palestra: Problemas de Contagem e Probabilidade
    Conferencista: Prof. Me. Miguel Antônio de Camargo
    Local: Auditório do Câmpus

Dia 06/10/2017 – Vespertino
→ Horário: 15:00
    Apresentações de Pôsteres
    Local: UEG – Câmpus Jussara

Dia 06/10/2017 – Noturno
→ Horário: 19:00
    Atividade 4 – Mesa-redonda 2: Currículo na formação de professores: aspectos filosóficos, sociológicos e pedagógicos
    Debatedores:
    Profo Doutorando: Renato Barros de Almeida (UEG/PUC)
    Profª Drª Sheila Santos de Oliveira (PUC)
    Mediação/Coordenação: Profa Mestranda Renata Herwig de Moraes Souza (UEG/Jussara)
    Local: Câmara Municipal de Jussara

Dia 07/10/2017 - Matutino
→ Horário: 7:30min às 12:00
    Simpósios Temáticos:
    ST 01 – Práticas Pedagógicas do Ensino de História
    ST 02 – Práticas Pedagógicas: saberes da/na docência, pesquisa e extensão
    ST 03 – Didática e Prática de Ensino
    ST 04 – Ensino Superior e Formação de Professor
    ST 05 – Mídias e Tecnologia Educacional
    ST 06 – A formação do professor de matemática no contexto da Educação Básica
    ST 07 – Uso, práticas e reflexões sobre a língua(gem)
    ST 08 – Educação, Currículo e Diversidade
    ST 09 – Ensino de Língua(s)
    Local: UEG – Câmpus Jussara

DESENVOLVIMENTO/PROPOSTAS

04/10/2017 – NOTURNO
→ 19:00 – Acolhida
→ 19:15 – Abertura – Prof. Me. Miguel Antonio de Camargo – Diretor do Câmpus Jussara
→ 19:30 – Palestra de Abertura “Currículo e os desafios contemporâneos”
    Profª. Doutoranda Maria Olinda Barreto – Pró-Reitora de Graduação da UEG
    E-mail: maria.olinda@ueg.br
    CV: http://lattes.cnpq.br/8706373884871275
    Coordenadora: Profª Ma. Cleonice Maria Cruz de Oliveira (UEG/Jussara)
→ 21:30 – Debate
    Local: Câmara Municipal de Jussara
    A discussão da temática do currículo é tema e o objetivo desta fala. O currículo é a base da estruturação da formação acadêmica. Hoje, mais do que nunca o debate sobre sua elaboração e aplicação se colocam como urgentes. A temática envolve a didática, prática pedagógica, estágio e atuação docente. A formação acadêmica se inicia na discussão dos currículos. Torna-se imperativo o debate sobre os pressupostos filosóficos, sociológicos e pedagógicos de sua construção, posto que este tem importância crucial na vida do discente, da educação básica e da Universidade, e de forma especial na licenciatura.

05/10/2017 – Vespertino
→ Horário: 13:00 às 17:00
    Minicursos/Oficinas:
    Local: UEG – Câmpus Jussara
    MC 01 – Os desafios da Prática de Ensino: temas e perspectivas
    Proponente: Prof. Me. Wilson de Sousa Gomes (UEG – Jussara/Cora Coralina).
    Duração: 4 horas

05/10/2017
→ Horário: 13:00 – 17:00
    Local: UEG – Câmpus Jussara

Publicado: 2017-09-06