Ginástica para Todos, dança e pluralidade na quadrilha junina: um relato de experiência

  • Juliana Nogueira Pontes Nobre Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM).
  • Michele Viviene Carbinatto Universidade de São Paulo (USP).
  • Priscila Lopes Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM). Universidade de São Paulo (USP).

Referências

AYOUB, E. Ginástica geral e educação física escolar. Editora Unicamp, 2003.

BRASILEIRO, L. T. A dança é uma manifestação artística que tem presença marcante na cultura popular brasileira. Pro-Posições, [S.l.], v. 21, n. 3, p. 135-153, fev. 2016.

DARIDO, S. C.; RANGEL, I. C. A. Educação Física na Escola: Implicações para a prática pedagógica. Grupo Gen-Guanabara Koogan, 2000.

MARCASSA, L. Metodologia do ensino da ginástica: novos olhares, novas perspectivas. Pensar a Prática, v. 7, n. 2, p. 171-186, 2004.

TOLEDO, E.; TSUKAMOTO, M.H.C.; CARBINATTO, M.V. Fundamentos da Ginástica Para Todos. In, NUNOMURA,M. Fundamentos da Ginástica. Jundiaí: Fontoura, 2016.

VALLADAO, R.; FIDELIS, M.. O xaxado como dança dionisíaca a partir da filosofia Nietzscheana. Motriz: rev. educ. fis. (Online), Rio Claro , v. 17, n. 2, p. 274-279, jun, 2011.

Publicado
2017-12-18
Seção
Resumos Expandidos