UNIVERSIDADE E IDENTIDADE:

crenças e representações dos estudantes de Letras-Inglês da UNEB - X sobre a profissão de professor de LI

  • Evellin Bianca Souza de Oliveira UESC

Resumo

Desde a década de 1990 estudos sobre identidade profissional de professores têm ganhado grande proporção. Pesquisas relacionadas à identidade de professores em formação também têm emergido, nos permitindo compreender como o curso, o estágio e as leituras influenciam na (re)construção identitária dos futuros professores. Compreendendo a importância dos estudos sobre a formação identitária dos sujeitos inseridos na área da Educação, nesta pesquisa, buscamos compreender a (re)construção identitária dos alunos do curso de Letras Inglês da Universidade do Estado da Bahia – Campus X, por meio da análise de suas crenças e representações sobre a profissão de professor de língua inglesa. Para a realização deste estudo, como metodologia, iniciamos leituras sobre identidade e identidade de professores de línguas, crenças e representações e crenças e representações de professores de línguas. A abordagem de pesquisa que seguimos é a qualitativa, pois, nos permite a interpretação de dados não excluindo a quantificação dos mesmos. Entrevistamos, por meio de questionário escrito, os discentes do curso de Letras - Inglês dessa universidade, obtendo então, quarenta e duas entrevistas. Para analisar esses questionários utilizamos a Análise de Conteúdo. Assim, após a leitura meticulosa do material respondido pelos estudantes, analisamos as falas dos discentes e categorizamos suas respostas. Essa pesquisa nos permite compreender a complexidade da identidade humana, nos fazendo refletir sobre as crenças e representações desses estudantes que estão sendo formados para o ensino da língua inglesa, entendendo que, consequentemente, suas crenças e representações em torno da profissão influenciarão em sua prática docente.

Palavras-Chave: Identidade; Crenças; Representações.

Publicado
2021-02-22