AS CULMINÂNCIAS DO PIBID/ESPANHOL COMO MATERIAIS DIDÁTICOS PARA ENSINO-APRENDIZAGEM DA LÍNGUA-CULTURA HISPÂNICA NUMA PERSPECTIVA INTERCULTURAL

  • Lincolin Jesus Pessoa Universidade Federal da Bahia

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo discutir a importância da elaboração de materiais didáticos, no formato de culminância, realizada por ex-bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência vinculados ao subprojeto: Ensino-Aprendizagem de Espanhol como Língua Estrangeira nas Escolas Públicas de Salvador/BA: Conexões entre Teoria e Prática, da Universidade do Estado da Bahia. As culminâncias eram eventos que encerravam a participação do subprojeto na unidade escolar e eram desenvolvidas de forma gradual no decorrer do ano letivo, contendo a sua estrutura metodológica sete etapas: i) análise de necessidade dos alunos, ii) produção de materiais didáticos, iii) desenvolvimento das aulas com uso do material didático elaborado, iv) apresentação aos alunos da culminância, v) preparação da culminância como material didático, vi) apresentação da culminância para a comunidade escolar e vii) feedback e reflexão sobre o processo de ensino-aprendizagem da língua-cultura hispânica. Todo esse trajeto era permeado por referenciais teóricos que serviram para fortalecer e embasar as nossas percepções do que é ensinar e aprender língua e produzir material didático de cunho intercultural e, portanto, sensível à diversidade cultural. Por esse motivo, adotamos autores como: Mendes (2008/2012/2015); Costa e Barros (2010); Leffa (2007), entre outros. Como resultado, podemos notar que o processo de elaboração da culminância anual, como material didático, tornou, nós, ex-bolsistas de iniciação à docência e hoje professores, mais preocupados com o material didático que levaríamos aos nossos aprendizes no decorrer da nossa estadia na escola parceira e, consequentemente, no nosso fazer docente ao fim da graduação em Letras.

Publicado
2021-02-24